RESULTADO DAS ELEIÇÕES - Filiados abraçaram o projeto de mobilização e união da categoria reguladora

ELEIÇÕES SINAGÊNCIAS

Filiados abraçaram o projeto de mobilização e união da categoria reguladora proposto pelo presidente eleito, Especialista em Regulação da Ancine, Alexnaldo Queiroz 

A Chapa Unidade na Regulação foi eleita com 485 votos para o próximo triênio de 2017 a 2020, em eleição voluntária onde 502 votos válidos foram computados num universo de *1970 filiados votantes  que estavam aptos a participarem do processo eleitoral. Assim, mais de 90% dos votantes  escolheram  além do presidente, Alexnaldo Queiroz, especialista em regulação pela Ancine, outros 18 membros da Diretoria Executiva Nacional (DEN) e 06 membros do Conselho Fiscal (CF).

O processo eleitoral do  Sinagências ocorreu com a mais absoluta legalidade e em todos  26  Estados  e no Distrito Federal, entre os dias 09 e 12 de maio, em sistema de votação on line. Ainda para dar mais eficiência às opções, neste ano, os filiados votaram pela primeira vez também pelo celular.

O resultado final foi homologado pela Comissão Eleitoral na noite da última sexta-feira (12). Destaque para o Rio de Janeiro, que teve a maior votação da história e a chapa obteve 135 votos, consequência do período de campanha em que os filiados cariocas intensificaram o ‘corpo a corpo’ na reta final em todas as agências reguladoras. Destaque também, para as votações nos estados do Maranhão, Amapá, Amazonas, Acre, Mato Grosso, Tocantins e São Paulo além de Agências em que o número de votantes aumentou como Ancine, Anac, ANTT e Anatel. “Procuramos atender o convite feito pela atual diretoria da entidade ao presidir a Comissão Eleitoral e durante este período nós acompanhamos a lisura de todo o processo eleitoral, não houve nenhum pedido ou manifestação referente a pedido de impugnação ou qualquer irregularidade”, destacou na leitura da proclamação do resultado o presidente da comissão eleitoral, Carlos Eduardo Leitão.

Mesmo em processos eleitorais anteriores onde mais de uma chapa  concorria ao pleito, dessa vez por ser chapa única,  e com uma  dificuldade de votação por parte de aposentados em alguns estados ao utilizarem a ferramenta de votos,  ataques cibernéticos em todo o país  dificultando as votações, o resultado das urnas trouxe a certeza de que os 485 filiados que chancelaram a chapa abraçaram a legitimidade do projeto de mobilização e união da categoria reguladora proposto pelo presidente eleito, ao unificar cargos e quadros das Agências.

Assim, diferente da última eleição onde concorreram três chapas, a articulação feita por Alexnaldo conseguiu ajustar posicionamentos e fechar apoio até de colegas divergentes na eleição de 2014.

“Quero agradecer cada voto obtido, agora é muito trabalho, o exercício de ouvir as vozes silenciosas da categoria e agir com muita transparência. Será uma tarefa difícil, mas a nova gestão está preparada para os desafios e com o objetivo fim de unir a categoria”, declarou Alexnaldo Queiroz.

Para a próxima gestão a Nova Diretoria Executiva Nacional e Conselho Fiscal prometem se pautar pela unicidade sindical; pela cooperação-comunicação-compartilhamento; pelo fortalecimento da autonomia técnica,  pela gestão participativa e transparente, pela defesa do cuidado com a saúde e o bem estar dos servidores; pela defesa jurídica e por uma democracia deliberativa no Sindicato; entre outros princípios e propostas que a chapa defendeu durante sua campanha.

A posse dos novos membros eleitos ocorrerá no Congresso Nacional do Sinagências, IV CONSAG, na cidade do Rio de Janeiro. 

Conheça os membros da nova gestão do Sinagências

DIRETORIA EXECUTIVA NACIONAL (DEN)

  1. Alexnaldo Queiroz de Jesus – presidente
  2. José Airamir Padilha de Castro –1º vice-presidente
  3. Nailton Alves da Gama Júnior –2º vice-presidente
  4. João Maria Medeiros de Oliveira – secretário-geral
  5. Fábio Gonçalves Rosa – secretário geral adjunto
  6. José Carlos de Castro Soares – diretor financeiro
  7. Cláudio Xavier da Silva – diretor financeiro adjunto
  8. Wellington Batista de Aguillar  -  diretor de administração
  9. Mírian Meireles Mastumoto – diretora jurídica
  10. Anésio Evangelista de Oliveira Filho – diretor jurídico adjunto
  11. Márcio Colazingari – diretor de comunicações
  12. Douglas Pereira Pedra – diretor de comunicações adjunto
  13. Wagner Silva Dias – diretor de relações institucionais
  14. Geraldo Marques Ferreira – diretor de políticas, organização e formação sindical
  15. Lia Zanette Bourscheid  - diretora de saúde e segurança no trabalho
  16. Carlos Zenão da Cunha Gonçalves  - diretor social e cultural
  17. Núbia Rodrigues Alcântara – diretora de pesquisa e projetos especiais
  18. Luís Bernardo Delgado Bierber – diretor de políticas públicas em regulação
  19. Altemir Calazans Belém – diretor de assuntos previdenciários

CONSELHO FISCAL

  1. José de Lima Dias  - 1º titular presidente
  2. Washington Luís Alves Sousa – 2º titular
  3. Paulo Rodrigues dos Santos – 3º titular
  4. Miriam Gonçalves  - 1º suplente
  5. José Alves de Souza – 2º suplente
  6. Jairo Correa Domingues – 3º suplente

 

*muitos filiados não estavam aptos a votarem por não terem 03 meses de filiação, ou estarem cedidos, de licença, e ainda constarem mensalidades atrasadas,  além destas circunstâncias cerca de mais de 200 filiados  ficaram de fora do processo eleitoral 

Fonte: Ascom/Sinagências