fbpx

Greve pode afetar serviços de telecomunicações

ANP trabalha para normalização do abastecimento e defesa do consumidor
28 de maio de 2018
Comissão defende maior debate de temas portuários e marítimos
29 de maio de 2018

Diante do desabastecimento de combustível, decorrente da paralisação dos transportes, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está acompanhando o setor e avaliando os riscos para a sociedade.

O presidente da Anatel, Juarez Quadros, informou neste sábado que tem equipes na sede da agência e nos estados que monitoram a situação dos serviços.

Quadros confirmou que sempre há riscos de interrupção dos serviços em uma crise nacional como esta. Isso porque, além dos problemas de instalação e manutenção das redes, outra questão é que a telefonia, banda larga e TV por assinatura funcionam com geradores a diesel como redundância no caso de cair o fornecimento de energia elétrica, entretanto, no atual momento, não há registro de ocorrências que agravem os serviços.

A Claro Brasil, que reúne também Net e Embratel, disse que os serviços de manutenção de rede e atendimento residencial aos assinantes do grupo podem ficar comprometidos pelo bloqueio das rodovias e consequente desabastecimento de combustível.

Fonte: Valor Econômico

Os comentários estão encerrados.

LOGIN
WhatsApp Entre em contato